Lácteos contribuem para evitar Parkinson e Alzheimer

Uma nova pesquisa realizada no University of Kansas Medical Center, mostrou que o alto consumo de lácteos está associado a maiores concentrações cerebrais de glutationa, um potente antioxidante. Que ajuda o cérebro a se proteger contra a neurodegeneração e preservar as funções cognitivas.Foram recrutados 60 indivíduos idosos que consumissem pelo menos três porções diárias de lácteos. As concentrações de glutationa foram mensuradas utilizando-se uma técnica, desenvolvida por Choi, por meio de ressonância magnética.Conforme os responsáveis pela pesquisa, ter um estilo de vida saudável, com alimentação balanceada, pode melhorar o sistema de defesa antioxidante. Entre elas, citam o fato de beber leite, uma das escolhas mais saudáveis que as pessoas podem fazer.Os resultados desse trabalho são consistentes com outro estudo recente no qual indivíduos que consumiram uma dieta específica para redução de hipertensão, rica em lácteos, apresentaram maiores concentrações plasmáticas de glutationa.Os próximos estudos dos pesquisadores terão como objetivo elucidar que componentes dos lácteos são responsáveis por esse efeito. Eles acreditam que o aminoácido cisteína possa ser um deles. Além disso, os lácteos são importantes fontes de cálcio e riboflavina, ambos implicados na manutenção das concentrações de glutationa.Esse é mais um motivo para que o consumo de lácteos seja estimulado em todas as faixas etárias, e especialmente os produtos Amanhecer, produzidos com uma ótima qualidade. Fonte: www.goo.gl/BkxR45

Gostou? compartilhe com mais pessoas 👇

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Mais notícias